2013
03.06

Hoje, o Karaté nacional está de luto.

João Salgado, presidente da Federação Nacional de Karaté – Portugal, faleceu de ataque cardíaco. Dedicou a sua vida à modalidade, deixou em Portugal um legado de 14 medalhas, projectou o karaté português para palcos europeus e mundiais. Mas, acima de tudo, fica a memória de um amigo, dono de uma bondade infindável.

 

De Catarina Vilhena:

Eu, que tive um contato mais próximo com o Presidente do que qualquer um de vocês (colegas, treinador, pais), encontro aqui, no site do AKM, um espaço para ilustrar a profunda tristeza que sinto neste momento. Soube da notícia através de uma mensagem do Nuno Moreira e, ainda agora, estou incrédula.

Lembro-me de quando cheguei à seleção, com quinze anos, e o selecionador nos disse: O Sr.Presidente é para ser tratado por Presidente. E, logo aí, percebi a importância que esse  senhor de fato e gravata, ostentando um bigode um tanto que selecto, viria a ter no nosso percurso. Ao inicio ficava ansiosa, um pouco assustada confesso, quando ele vinha falar connosco. Mas, cedo percebi que era mais vista do que fogo.

São mais do que muitas as expressões que caracterizaram o Presidente, desde gestos de força e motivação até aos de tom jocoso. A que mais me lembro é: Sr.Presidente, precisa de alguma coisa?,  expressão que ditava o poder do Presidente em “praxar” os novos membros da equipa. A preocupação pelo Presidente, ainda que de forma lúdica, era um ritual.

Desde abraços a lágrimas e a conversas informais, o Presidente esteve presente nos momentos mais importantes da minha vida. E, por isso, é-me impossível sorrir num dia destes. É-me impossível esquecer as minhas lágrimas que apanhou. É-me impossível esquecer as palavras de conforto e de orgulho que dedicou à equipa nacional. É-me simplesmente impossível esquecer.

Mas afinal Sr.Presidente do que precisa agora?

Os meus mais profundos sentimentos, insuficientemente aqui descritos.

 

3 Comentários.

Adicione o seu comentário
  1. Sem dúvida que foi um choque esta noticia.
    Sr. Presidente João Salgado fez sem dúvida a diferença no karaté nacional.

    Vai ser sempre recordado.

  2. Hoje o karaté está difundido de tal forma que só podemos agradecer o tempo dedicado pelo Sr.Presidente á competição e á qualidade que todos nós temos consciência da qualidade.A mensagem será continuar o trabalho começado os meus sentimentos.

  3. Do pouco que conheci do Presidente, marcou-me a sua postura circunspecta, serena. Não era dos que “gesticulam à toa”, e ainda assim tornava tudo muito claro quanto a ser ele quem estava no topo da hierarquia.

O seu comentário

Se desejar uma imagem junto do seu comentário, precisa de um Gravatar